sexta-feira, 14 de julho de 2017

MEC divulga datas de exame que substitui Enem para certificar ensino médio

Encceja: prova que substitui o Enem para diploma do ensino médio e fundamental será em outubro

A participação no ENCCEJA é voluntária e gratuita, destinada aos jovens e adultos residentes no Brasil e no Exterior, inclusive às pessoas privadas de liberdade, que não tiveram oportunidade de concluir seus estudos na idade apropriada.

O que é o Encceja

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) é um exame gratuito e de participação voluntária ofertado aos jovens e adultos residentes no Brasil e no Exterior que não tiveram oportunidade de concluir seus estudos em idade própria.

Constitui-se em um exame para aferir as competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou nos processos formativos. Esses últimos incluem o desenvolvimento na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais, entre outros.

A partir deste ano, com a publicação da Portaria nº 468 de 3 de abril de 2017, os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio não poderão ser utilizados para fins e certificação do Ensino Médio. Dessa forma, o Encceja passa a ser ofertado para participantes que desejam certificar-se no Ensino Médio e no Ensino Fundamental tanto no Brasil quanto no Exterior. O participante deverá optar pelo nível de Ensino que deseja obter o certificado no momento da inscrição.

Certificação e Declaração de Proficiência do Encceja

A participação no Encceja é voluntária e gratuita, destinada aos jovens e adultos residentes no Brasil e no exterior que não tiveram oportunidade de concluir seus estudos em idade própria.

No Brasil e no exterior, o exame pode ser realizado para solicitar a certificação no nível de conclusão do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. A prova é destinada ao público com no mínimo 15 (quinze) anos completos na data da prova para o Ensino Fundamental. Já para o Ensino Médio, os interessados podem solicitar a certificação desde que tenham no mínimo 18 (dezoito) anos completos na data da prova.

O Exame constitui-se de provas estruturadas da seguinte forma:

a) Para o Ensino Fundamental:
Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e uma proposta de Redação;
Matemática;
Historia e Geografia;
Ciências Naturais.

b) Para o Ensino Médio (apenas para os brasileiros residentes no exterior
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e uma proposta de Redação;
Matemática e suas Tecnologias;
Ciências Humanas e suas Tecnologias;
Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

As áreas do conhecimento foram estabelecidas a partir do currículo da Base Nacional Comum, de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN's).

A emissão dos Documentos Certificadores (Certificado e Declaração de Proficiência) é responsabilidade das Secretarias Estaduais de Educação que firmaram com o Inep o Termo de Adesão ao Encceja Nacional, disponível no Anexo do Edital do Exame.

O participante poderá solicitar o aproveitamento dos resultados de uma ou mais áreas de conhecimento avaliadas em quaisquer edições anteriores do Encceja, do Encceja Exterior e do Enem, desde que estejam dentro dos critérios estabelecidos nos Editais.

Cronograma Encceja

Conheça as datas de publicação dos editais, inscrições e aplicação das provas do Encceja 2017

Encceja Nacional
Publicação do edital: 24 de julho
Inscrições: 7 a 18 de agosto
Aplicação: 8 de outubro

Encceja Nacional PPL
Publicação do edital: 7 de agosto
Adesão das unidades: 14 a 25 de agosto
Inscrições: 21 de agosto a 1º de setembro
Aplicação: 24 e 25 de outubro

Locais de Prova Encceja

Conheça as cidades onde haverá aplicação de provas do Encceja 2017
MINAS GERAIS
Alfenas, Almenara, Araçuaí, Araxá, Barbacena, Belo Horizonte, Betim, Bocaiuva, Bom Despacho, Campo Belo, Capelinha, Carangola, Caratinga, Caxambu, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Coronel Fabriciano, Curvelo, Diamantina, Divinópolis, Esmeraldas, Espinosa, Governador Valadares, Guanhães, Ibirité, Ipatinga, Itabira, Itajubá, Itamarandiba, Itaúna, Ituiutaba, Janaúba, Januária, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Lavras, Leopoldina, Manga, Manhuaçu, Mantena, Monte Carmelo, Montes Claros, Muriaé, Nanuque, Nova Era, Nova Lima, Ouro Preto, Pará de Minas, Paracatu, Passos, Patos de Minas, Patrocínio, Pedra Azul, Pirapora, Poços de Caldas, Ponte Nova, Pouso Alegre, Ribeirão das Neves, Sabará, Salinas, Santa Luzia, Santos Dumont, São João del Rei, São Sebastiao do Paraíso, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Três Marias, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Unaí, Varginha, Vespasiano, Viçosa
Para saber locais de prova em outros estados acesse: http://portal.inep.gov.br/web/guest/encceja

 Encceja: prova que substitui o Enem para diploma do ensino médio e fundamental será em outubro
 

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Netflix começa a retirar séries da FOX do catálogo

Netflix começa a retirar séries da FOX do catálogo 
A Netflix, líder mundial em transmissão online de filmes e séries, começa a retirar de seu catálogo a partir deste sábado (01) as séries da FOX.

A lista completa não foi divulgada pela Netflix, mas sabemos que a saída de conteúdos da Fox envolve alguns de seus principais shows, muitos que estavam disponíveis de forma completa no serviço. A lista completa também não foi revelada, mas alguns títulos foram citados nominalmente pela empresa. São eles:
  •     How I Met Your Mother
  •     American Horror Story
  •     Bones
  •     Glee
  •     Prison Break
  •     24 Horas
  •     Sons of Anarchy
  •     Arquivo X
  •     The O.C.: Um Estranho no Paraíso

A Netflix também não informou as datas que as retiradas vão acontecer, afirmando apenas que o processo será gradual. Isso pode variar, como é o caso de Prison Break, que deixa o catálogo já no dia 1º de julho, enquanto Arquivo X, por exemplo, só deixará de ser exibido pelo serviço no final do ano.

O principal motivo deve ser o lançamento da nova dinâmica de canais da marca no Brasil, com dois canais premium e um aplicativo, o Fox App, que permite, inclusive, assistir às séries junto com a exibição na TV e, muitas vezes, ao mesmo tempo que nos Estados Unidos. Disponível a partir das principais operadoras de TV a cabo do Brasil, o sistema chegou em março, não coincidentemente um mês antes de a Netflix anunciar a saída das séries de seu catálogo.


Fonte: Netflix (Twitter)

Matéria completa:
https://canaltech.com.br/noticia/netflix/series-da-fox-comecam-a-deixar-netflix-nesta-semana-96182/

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Prouni: começou as inscrições para edição do 2º semestre

São ofertadas mais de 140 mil bolsas, integrais e parciais, em instituições de ensino superior privadas. 

Prouni: começou as inscrições para edição do 2º semestre

 



Começou nesta terça-feira, 06 de junho, as inscrições para a edição do segundo semestre de 2017 do Programa Universidade para Todos (Prouni). Os estudantes interessados em concorrer às bolsas ofertadas em instituições particulares de ensino superior podem se inscrever até o dia 9 de junho pelo site http://prouniportal.mec.gov.br/. No mesmo endereço, os candidatos também podem consultar as bolsas oferecidas pelo programa.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), serão ofertadas mais de 140 mil bolsas, integrais e parciais, distribuídas em mais de 22 mil cursos, de 901 instituições privadas. Podem concorrer, candidatos que não tenham diploma de curso superior e que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016.

O estudante pode concorrer a uma bolsa integral se sua renda familiar bruta mensal per capita não exceder a 1,5 salário mínimo. No caso da bolsa parcial, a renda familiar por pessoa não pode ser maior que três salários mínimos. O Programa possui ainda ações conjuntas com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que permite ao bolsista parcial financiar a parte da mensalidade não coberta.

Além de alunos da rede pública ou bolsistas integrais de escolas particulares, o Prouni também é direcionado às pessoas com deficiência e professores da educação básica de escolas públicas que compõem o quadro de pessoal permanente da instituição.

Cronograma Prouni

O processo seletivo será constituído de duas chamadas sucessivas. O resultado da primeira chamada será divulgado em 12 de junho e o da segunda em 26 de junho. O candidato selecionado deverá comparecer à respectiva instituição de educação superior para a comprovação das informações prestadas e a eventual participação em processo seletivo próprio, quando for o caso, no período de 12 a 19 de junho, na primeira chamada; e de 26 a 30 de junho, na segunda chamada.

Para participar da lista de espera, o estudante deverá manifestar seu interesse na página do programa, entre 7 e 10 de julho. A lista estará disponível no sistema, para consulta pelas instituições de educação superior, no dia 13 de julho. Neste caso, o candidato deverá comparecer à instituição e entregar a documentação no período de 17 a 18 de julho.

(Com informações do Ministério da Educação)

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Prefeitura de Divinópolis abre processo seletivo

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA ASSISTENTE EDUCACIONAL EM DIVINÓPOLIS

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA ASSISTENTE EDUCACIONAL EM DIVINÓPOLIS
Este Processo Seletivo Simplificado destina-se a selecionar candidatos para compor banco de reserva de Assistente Educacional pelo período de maio de 2017 a maio de 2018, prorrogável por mais um ano, se necessário, exclusivamente para exercer as funções próprias de Assistente Educacional

Período: 15/05/2017 a 19/05/2017

O Processo Seletivo Simplificado será realizado na cidade de Divinópolis e consistirá da avaliação de títulos, de caráter classificatório. 
REQUISITOS DE ESCOLARIDADE EXIGIDOS E DOS CRITÉRIOS DE CLASSIFICAÇÃO
 

Cadastramento Escolar 2018 será on-line e realizado de 12 a 23 de junho de 2017

Cadastramento Escolar 2018 será on-line e realizado de 12 a 23 de junho de 2017
Pais ou responsáveis que desejam garantir vaga para seu filho no ensino fundamental da rede pública em 2018 e também jovens que querem retornar aos estudos já podem se programar e ficar atentos às mudanças propostas para o próximo ano. O Cadastramento Escolar para 2018 vai acontecer de 12 a 23 de junho de 2017 e, pela primeira vez, será realizado pela internet em todo o Estado de Minas Gerais. As novidades para a realização do cadastro e da matrícula na rede pública de ensino de Belo Horizonte foram estabelecidas pela Resolução Conjunta SEE/MG – SMED/BH nº 3. Para os demais municípios do Estado, as definições estão dispostas na Resolução SEE nº 3.420. Ambas foram publicadas na edição da última quarta-feira, 10 de maio, do Diário Oficial de Minas Gerais.

“Fizemos esta inovação considerando as evoluções tecnológicas que tornam mais fácil e agilizam o processo de cadastramento. A maioria da população tem computador, dispositivos móveis e acesso à internet e não precisará sair de casa para realizar o cadastro escolar”, explica Vera Vidigal, superintendente de Organização e Atendimento Educacional da Secretaria de Estado de Educação (SEE). O Cadastro Escolar estará aberto a todos os candidatos que desejam ingressar no ensino fundamental da rede pública de ensino de Minas Gerais, seja municipal ou estadual, em 2018. O cadastramento é unificado para as redes municipais e estaduais de Minas Gerais e é fundamental para o aluno garantir uma vaga em uma escola próxima de sua residência.

A inscrição é isenta de pagamento de taxas por parte do candidato e deverá ser feita através de formulário eletrônico disponibilizado na Internet. Em Belo Horizonte, o cadastro deverá ser feito pelo portal da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, www.pbh.gov.br. Nos demais municípios mineiros, o formulário eletrônico será disponibilizado pelo site da Secretaria de Estado de Educação (www.educacao.mg.gov.br). “Sendo totalmente on-line, não haverá prorrogação do prazo. Então, as pessoas devem ficar atentas ao período estabelecido na resolução”, afirma Vera Vidigal.

Em Belo Horizonte, quem não tiver acesso à internet deverá dirigir-se às Regionais Administrativas da Prefeitura no seu bairro ou às escolas municipais que abrem aos finais de semana. Já no interior, deverá procurar a Secretaria Municipal de Educação da localidade em que reside. O endereço das Gerências Regionais de Educação (GERED) e a relação das escolas do PEA que possuem atendimento nos laboratórios de informática encontram-se nos Anexos I e II da Resolução.

Poderão ser inscritos no Cadastro Escolar as crianças que completarem seis anos até o dia 30 de junho de 2018, estudantes vindos de outras localidades ou transferidos de escolas particulares e candidatos ao curso de Educação de Jovens e Adultos (EJA) do Ensino Fundamental. A inscrição deve ser realizada pelo pai, mãe ou responsável ou jovens maiores de 18 anos.

Os alunos da Educação Infantil matriculados nas Escolas e Unidades Municipais da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte que completarem 6 (seis) anos até 30 de junho de 2018 serão inscritos automaticamente, conforme instrução de serviço a ser publicada pela Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte, não necessitando, portanto, de se inscreverem pela Internet.

Matrícula


O encaminhamento para matrícula obedecerá, prioritariamente, ao zoneamento escolar. Esgotadas as vagas das escolas de cada zoneamento, o candidato será encaminhado para a escola pública de acesso mais fácil. A matrícula será unificada nas redes públicas – estadual e municipal – e ocorrerá entre 11 e 15 de dezembro de 2017. Vale destacar que o aluno cadastrado deverá efetivar a matrícula nesse período, na escola para a qual foi encaminhado, para garantir a sua vaga. “Quem perder o cadastro não terá vaga assegurada na rede pública em uma escola próxima de sua residência. Depois da matrícula de todos os alunos cadastrados, eles poderão ser encaminhados para escolas que apresentarem saldo de vagas remanescentes”, ressalta Vera Vidigal.

Para efetivação da matrícula, deverão ser apresentados, obrigatoriamente, os seguintes documentos:

- 1 cópia e original da conta de luz da residência do candidato, em conformidade com o endereço atestado na inscrição;

- 1 cópia e original da certidão de nascimento ou carteira de identidade,

- comprovante de escolaridade, quando for o caso de transferência de outros municípios, retorno aos estudos ou cursos da EJA.

Em Belo Horizonte, os candidatos receberão em suas residências, via Correios, correspondência informando o local da matrícula. No interior, será afixado, na Secretaria Municipal de Educação de cada cidade e nas escolas, informativo com os endereços.

Cadastro Escolar - Planejamento


O Cadastramento Escolar permite ao Governo do Estado e às prefeituras dimensionarem a demanda escolar, encaminhando com tranquilidade as crianças que vão iniciar os estudos, os alunos que desejam a transferência para a rede pública e os estudantes que queiram retornar à escola, seja qual for o ano do ensino fundamental.

Com a demanda apresentada no Cadastramento, Estado e municípios fazem uma análise do fluxo escolar, da capacidade física das escolas, com vistas à apresentação de proposta de expansão e/ou reorganização, buscando compatibilizar a demanda e oferta de vagas nas redes públicas de ensino.

A expectativa da SEE é de receber 160 mil inscrições no Cadastramento Escolar 2018.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Inscrições abertas para premiação de incentivo à Educação Integral

Objetivo é reconhecer e estimular parcerias entre organizações da sociedade civil e escolas públicas no desenvolvimento de ações voltadas à Educação Integral. Inscrições até dia 17 de maio.

Inscrições abertas para premiação de incentivo à Educação Integral




Estão abertas as inscrições para a 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef. Norteado pelo tema “Educação Integral: Parcerias em Construção”, a premiação objetiva reconhecer e estimular parcerias entre organizações da sociedade civil (OSCs) e escolas públicas no desenvolvimento de ações voltadas à Educação Integral.

As inscrições vão até 17 de maio e podem ser feitas pelo www.premioitauunicef.org.br. Pode concorrer OSC – constituída e sediada no Brasil; não governamental e sem fins lucrativos – que execute ações socioeducativas em escolas públicas que possuam uma Associação de Pais e Mestres.

As propostas devem ser concebidas, planejadas e executadas pelas instituições parceiras e destinadas a crianças e jovens, entre 6 e 18 anos, em condições de vulnerabilidade social. Cada OSC poderá inscrever uma ou mais ações, desde que sejam realizadas com diferentes escolas.

Neste ano, além dos vencedores nacionais e regionais, as 96 parcerias finalistas receberão prêmio em dinheiro. “A ideia é ampliar a distribuição de recursos, alcançando maior número de ações e localidades beneficiadas”, explica a superintendente da Fundação organizadora, Angela Dannemann.

As premiações estão divididas em três categorias – os 96 finalistas; dessa seleção sairão os 32 premiados regionais; e 4 premiados nacionais. Os prêmios para cada categoria são, respectivamente, R$ 10 mil, R$ 20 mil e R$ 100 mil, cumulativos. As parcerias são avaliadas por agentes públicos das áreas de Educação e Assistência Social.

Entre julho e agosto, serão selecionadas as 96 finalistas e, na etapa seguinte, escolhidas quatro parcerias premiadas regionais, totalizando 32. A premiação nacional está prevista para acontecer em dezembro, na cidade de São Paulo, quando serão anunciadas as quatro parcerias vencedoras, que receberão R$ 100 mil cada.

Segundo Gary Stahl, representante do UNICEF no Brasil, a expectativa é de que o prêmio possa chegar às crianças e adolescentes vulneráveis, mais difíceis de alcançar. “Queremos identificar e reconhecer iniciativas que possam contribuir com a redução de desigualdades no País e sejam inspiradoras para o aperfeiçoamento de políticas públicas que ajudem a levar o direito à educação integral a toda parte”, explica.

O Prêmio

Iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e da Fundação Itaú Social, o prêmio, lançado em 1995, já recebeu cerca de 16 mil inscrições, contemplando iniciativas em 1.752 cidades.

Na última edição, a Escola Estadual João Cesar de Oliveira, localizada em Diamantina, Minas Gerais, foi uma das agraciadas na etapa regional, com a ação “Eu, Você e a Escola, Educação que Transforma”. Também foram premiadas cidades de Campos de Goytacazes (RJ), Diadema (SP), Parintins (AM) e Porto Alegre (RS).

A coordenação técnica é responsabilidade do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). “As parcerias são uma estratégia muito importante para que a Educação Integral se concretize. Elas ampliam os espaços para o trabalho com as crianças, oferecem atividades diversificadas e multiplicam as oportunidades educativas. São ainda uma forma de enfrentar as desigualdades sociais, especialmente em territórios de maior vulnerabilidade”, avalia Anna Helena Altenfelder, superintendente do Cenpec.


quinta-feira, 20 de abril de 2017

Lançado edital para Oficial do TJMG

Edital TJMG foi publicado  com vagas para oficial de apoio judicial e oficial judiciário

Lançado edital para Oficial do TJMG
O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais lançou edital para oficial de apoio e oficial judiciário, inscrições para o cargo/especialidade e quadro de reservas. Neste certame, são oferecidas 15 vagas para nível médio.
Inscrições


As inscrições poderão ser realizadas do dia 19 de junho ao dia 28 de julho de 2017, acontecem através do site da organizadora da seleção, Consulplan, www.consulplan.comO valor da inscrição para o concurso é de R$ 60,00 (sessenta reais).
Provas
As provas objetivas de múltipla escolha acontecerão no dia 24 de setembro, em Belo Horizonte, Diamantina,Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Varginha. Elas serão aplicadas das 14 h às 18 h, de acordo com o horário de Brasília.


quarta-feira, 12 de abril de 2017

PROGRAMA MÚSICA MINAS

PROGRAMA DE APOIO À CADEIA CRIATIVA E PRODUTIVA DA MÚSICA NO ESTADO DE MINAS GERAIS

EDITAL DE INTERCÂMBIO E CIRCULAÇÃO 2017

Programa de Apoio a viagens e Intercâmbios Culturais no Segmento da Música

Programa de Apoio a viagens e Intercâmbios Culturais no Segmento da Música

objetivo promover a difusão e o intercâmbio da cultura mineira, no campo da música, com exceção das bandas civis de música, por tratar-se de segmento atendido por programa próprio, com vistas ao estímulo e ao fortalecimento da cadeia criativa e produtiva da música autoral e independente de Minas Gerais.

Constitui objeto deste edital a concessão de recursos financeiros, a título de ajuda de custo, para projetos e propostas apresentados exclusivamente por integrantes da cadeia criativa e produtiva da música.

 CONFIRA O EDITAL COMPLETO:


sexta-feira, 3 de março de 2017

TV paga registra queda de 105,40 mil assinantes no início de 2017

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) registrou em janeiro de 2017 um total de 18,69 milhões de assinantes de TV paga no Brasil, o que corresponde a uma diminuição de 105,40 mil assinantes em comparação com dezembro de 2016, menos 0,56%. 
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) registrou em janeiro de 2017 um total de 18,69 milhões de assinantes de TV paga no Brasil

Dos grupos acompanhados pela Agência, a Oi e a Cabo apresentaram crescimento de 1,06% e 0,24%, respectivamente. Todos os outros grupos apresentaram redução.

Nos últimos doze meses, a redução foi de 364,46 mil assinantes, menos 1,91%. Neste período, a Oi apresentou crescimento de 12,03% com mais 141,55 mil assinantes. Todos os outros grupos apresentaram redução, destaque para a Blue com queda de 30,66%, redução de 46.116 assinantes.
Em relação às tecnologias, entre dezembro de 2016 e janeiro de 2017, a fibra ótica apresentou crescimento de 0,22% devido à adição de 485 usuários. No entanto, em 12 meses, esta tecnologia apresentou crescimento de 27,35% com a entrada de 47, 59 mil assinantes. Todos os outros serviços apresentaram queda, em termos absolutos a maior redução foi registrada por usuários de satélite, menos 353,67 mil assinantes (-3,2%).


Nos estados brasileiros, no último mês o Ceará liderou a redução percentual nos números de usuários de TV paga, menos 1,73%, seguido pelo Amazonas com redução de 1,62% e Amapá com menos 1,54%. Piauí apresentou crescimento de 0,19% e Maranhão de 0,06%, entre dezembro de 2016 e janeiro de 2017.

Nos últimos doze meses, Pernambuco liderou a redução percentual nos assinantes no país, menos 8,02%, seguido de Rondônia com queda de 7,98% e Amapá com menos 7,58%. Lideraram o crescimento da TV paga no Brasil os estados do Piauí com 7,47%, Sergipe com 4,26% e Maranhão com 4,08% de aumento no número de assinantes.

Acesse as tabelas com os números de TV por assinatura divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações:

Variação Mensal da TV por Assinatura: dezembro de 2016 - janeiro de 2017
Variação Anual da TV por Assinatura: janeiro de 2016 - janeiro 2017

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Prefeitura de Carmo do Cajuru abre vaga para estágio em odontologia

Estágio em Carmo do Cajuru

Estágio em Carmo do Cajuru
A Prefeitura de Carmo do Cajuru divulgou nesta segunda-feira (13) uma vaga de estágio em odontologia. O candidato deve estar devidamente matriculado e frequentando as aulas. Serão aceitos currículos de alunos que estejam no 6º período do curso. São quatro horas diárias remuneradas.

As inscrições podem ser feitas nos dias 20 e 21 de fevereiro, na sala de referência técnica em saúde bucal, que fica no laboratório ao lado da Clínica Municipal, na Rua José Marra da Silva, no Centro. É necessário apresentar RG, CPF e comprovante de matrícula da faculdade.

Fonte: G1

Programação oficial do Carnaval em Carmo do Cajuru

Confira a programação do carnaval 2017 em Carmo do Cajuru.

Venha e traga sua família para se divertir no carnaval de Carmo do Cajuru.
Cajuru Carnaval 2017


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Anatel divulga redução no valor de tarifas das ligações

Chamadas de telefones fixos para móveis ficarão mais baratas

A partir do próximo dia 25, as tarifas das ligações locais e interurbanas de telefones fixos para móveis ficarão mais baratas.

 

A partir do próximo dia 25, as tarifas das ligações locais e interurbanas de telefones fixos para móveis ficarão mais baratas. Os valores das chamadas locais terão redução entre 16,49% e 19,25%. Já as ligações interurbanas a queda será entre 7,05% a 12,01%. Novas reduções deverão acontecer até o ano de 2019, conforme decisão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).


Desde o ano passado, os valores de interconexão, que é o valor cobrado de uma empresa pelo uso da rede de outra e entre as quais estão as que incidem sobre ligações de telefones fixos para móveis, são calculadas pela Anatel a partir do "Modelo de Custo". Este modelo permite à agência reguladora verificar com mais precisão os valores envolvidos na prestação do serviço ao consumidor, como o quanto as empresas gastam com equipamentos e estrutura administrativa.

Ao mesmo tempo em que a tarifa é reduzida, as empresas de telecomunicações do país devem aumentar os investimentos na ampliação das redes de dados, na qualidade de serviços e de atendimento aos consumidores, conforme determinações do órgão regulador. As tarifas de interconexão foram usadas para subsidiar a instalação de redes das operadoras móveis. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (15.02).

Tarifas atuais e tarifas aplicadas a partir do dia 25 de fevereiro nas ligações de telefones fixos para móveis, sem impostos.


      Tarifas das chamadas locais de um fixo para um móvel



VALOR VIGENTE  VALOR a partir de 25/2/2017


 Redução

Tarifa Normal Tarifa Normal
Oi (Telemar Norte Leste S/A) 0,2423 0,19841 -18,11%
Oi (Brasil Telecom S/A) 0,25572 0,2065 -19,25%
Vivo  0,25383 0,20981 -17,34%
Algar Telecom 0,26803 0,22384 -16,49%
Sercomtel S/A Telecomunicações 0,26567 0,21645 -18,53%


Tarifas interurbanas das chamadas de um telefone fixo para um móvel quando o primeiro dígito do DDD dos números é o mesmo


VALOR VIGENTE VALOR a partir de 25/2/2017  Redução
Tarifa Normal Tarifa Normal
Oi (Telemar Norte Leste S/A) 0,65176 0,59126 -9,28%
Oi (Brasil Telecom S/A) 0,71089 0,6457 -9,17%
Vivo 0,66742 0,60122 -9,92%
Algar Telecom 0,60632 0,53353 -12,01%
Sercomtel S/A Telecomunicações 0,71479 0,6397 -10,51%
Claro S/A 0,60253 0,55135 -8,49%

Tarifas interurbanas das chamadas de um telefone fixo para um móvel quando o primeiro dígito do DDD dos números são diferentes


VALOR VIGENTE VALOR a partir de 25/2/2017 Redução
Tarifa Normal Tarifa Normal
Oi (Telemar Norte Leste S/A) 0,78781 0,72731 -7,68%
Oi (Brasil Telecom S/A) 0,84991 0,78472 -7,67%
Vivo 0,80232 0,73612 -8,25%
Algar Telecom 0,74042 0,66763 -9,83%
Sercomtel S/A Telecomunicações 0,85168 0,77659 -8,82%
Claro S/A 0,72551 0,67434 -7,05%

Fonte: Assessoria de Comunicação

sábado, 28 de janeiro de 2017

Proprietários de drones devem homologar seus equipamentos junto a ANATEL

Drones devem ser homologados para evitar interferências


Drones devem ser homologados para evitar interferências
As empresas ou pessoas físicas proprietárias de drones (veículos aéreos não tripulados) precisam homologar seus equipamentos com a Anatel. Os drones possuem transmissores de radiofrequência em seus controles remotos e, em alguns casos, no próprio veículo aéreo, para a transmissão de imagens. A homologação concedida pela Anatel é restrita as unidades que emitem radiofrequência e que estão embarcadas nos aparelhos.
A medida da Agência tem como objetivo evitar interferências dos drones em outros serviços, a exemplo das comunicações via satélite. Os interessados em utilizar esta tecnologia deverão preencher um requerimento disponível no site da Agência e pagar uma taxa. No processo de homologação são verificadas as características técnicas de transmissão dos equipamentos.
Os drones, além do uso recreativo, ajudam no combate ao mosquito Aedes Aegypti identificando os criadouros em áreas de difícil acesso, em pesquisas e em operações de segurança. Na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 eles também foram usados, e anteriormente na Copa das Confederações e na Copa do Mundo, principalmente para as transmissões de televisão. No caso da iniciativa privada, por exemplo, as construtoras  estão utilizando para fazer o acompanhamento de obras. Os aparelhos que variam em design, valor e tecnologia.

Além da homologação da Anatel, só poderá operar um drone quem possuir uma autorização da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) ou o "Certificado de Autorização de Voo Experimental (CAVE)", que permite o uso de aeronaves apenas em operações experimentais sem fins lucrativos e sobre áreas pouco povoadas.
A operação dos drones faz parte das atividades de controle do espaço aéreo, segundo o Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), compartilhado por aviões e helicópteros, por isso necessitam de autorização. A regulamentação preserva o tráfego de aeronaves e a segurança das pessoas em solo, informa o órgão. O uso de drones para lazer e hobby seguem as regras válidas para o aeromodelismo e o Decea recomenda que a os vôos dos drones devem ser feitos durante o dia.
São proibidos pelo Decea os voos dos drones sobre infraestruturas consideradas críticas, áreas de segurança, aglomerações de pessoas e trajetórias utilizadas por outras aeronaves. São consideradas infraestruturas críticas as redes elétricas, usinas hidrelétricas, termelétricas e nucleares, redes de abastecimento de água ou gás, barragens ou represas, ou de vigilância da navegação aérea (radares de vigilância aérea), entre outras. 

Anatel

O primeiro passo para homologar um drone na Agência é fazer um auto cadastramento no Sistema de Gestão de Certificação e Homologação e preencher o requerimento de homologação. Para isso, são necessários alguns documentos: carteira de identidade, CPF, manual do produto e certificado da Federal Communications Commission. No caso de pessoa jurídica é necessário anexar o CNPJ e cópia do o contrato social.
O interessado deverá imprimir o boleto e efetuar o pagamento da taxa de R$ 200,00. Após o pagamento, o processo será analisado por um especialista da Anatel.

Antes de utilizar o equipamento, mesmo com a homologação da Anatel, o interessado deve entrar em contato com a ANAC, por meio do e-mail rpas@anac.gov.br, e com o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e-mail rpas@decea.gov.br. Eles Existem requisitos para a utilização do produto no espaço aéreo brasileiro.
Fonte: Anatel  - Assessoria de Comunicação