terça-feira, 5 de novembro de 2019

VAGAS PARA DESIGNAÇÃO - Carmo do Cajuru

Confira as vagas para designação em Carmo do Cajuru

VAGA PARA DESIGNAÇÃO carmo do cajuru

VAGAS  PARA  DESIGNAÇÃO






 

Poderá gostar também de: Vagas para as Escolas Estaduais

sábado, 28 de setembro de 2019

Solenidade marca homenagem da Câmara Municipal de Divinópolis aos 30 anos da UEMG

A Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) completou 30 anos no último dia 21 de setembro. Para comemorar a data, a Câmara Municipal de Divinópolis entregou, nessa quinta-feira (26 de setembro), uma moção congratulatória à Universidade. O autor da homenagem foi o vereador Roger Viegas.

A solenidade da entrega da moção, ocorrida no plenário da Câmara, contou com a presença do diretor acadêmico da UEMG Unidade Divinópolis, professor Fabrizio Furtado de Sousa; do vice-diretor acadêmico, professor Rodrigo Fagundes Braga; do coordenador de Extensão, professor José Vítor Vieira Salgado; da professora Márcia Helena Batista Corrêa da Costa; e do presidente do Diretório Acadêmico, Paulo Mata.

Para o professor Fabrizio, a homenagem representa o reconhecimento à Universidade. “Esta moção congratulatória é muito importante para a UEMG, principalmente pelo reconhecimento à Unidade Divinópolis em relação ao trabalho que vem realizando, tanto em Divinópolis quanto na região do Centro-Oeste Mineiro, na formação de profissionais de diversas áreas. Este é um momento em que agradecemos e parabenizamos todos os que ajudaram a construir a história da Universidade”, enfatizou.

O vereador Roger Viegas destacou a importância da homenagem: “Esta moção congratulatória está sendo entregue à UEMG em comemoração aos 30 anos da sua fundação e pelo brilhante trabalho educacional que a instituição presta no Estado de Minas Gerais”.

No dia 3 de outubro, a UEMG será homenageada pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em reunião especial requerida pela deputada Beatriz Cerqueira. O evento será às 20h, no Plenário Juscelino Kubitschek (rua Rodrigues Caldas, 30, bairro Santo Agostinho – Belo Horizonte).

A UEMG

A UEMG foi criada pelo Art. 81 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição Mineira de 1989. O parágrafo primeiro do Art. 82, do mesmo Ato, proporcionou às fundações educacionais de ensino superior instituídas pelo Estado ou com sua colaboração optarem por serem absorvidas como Unidades da UEMG. A Lei 11.539, de 22 de julho de 1994, definiu a Universidade como uma autarquia de regime especial, pessoa jurídica de direito público, com sede e foro em Belo Horizonte, patrimônio e receita próprios, autonomia didático-científica, administrativa e disciplinar, incluída a gestão financeira e patrimonial.

A missão da UEMG é promover o ensino, a pesquisa e a extensão de modo a contribuir para a formação de cidadãos comprometidos com o desenvolvimento e a integração dos setores da sociedade e das regiões do Estado. 

Com sede administrativa em Belo Horizonte, a UEMG conta com cinco Unidades na capital e está presente em outros 15 municípios de Minas Gerais, oferecendo 115 cursos de graduação na modalidade presencial (bacharelado, licenciatura e tecnólogo). Além disso, conta com nove cursos de pós-graduação "stricto sensu", sendo sete mestrados e dois doutorados, e 27 cursos de especialização. Com cerca de 21.500 alunos, dos quais 77% são oriundos de escolas públicas, a UEMG é considerada a terceira maior Universidade pública de Minas Gerais.

Na estrutura orgânica do Estado, a UEMG vincula-se, atualmente, à Secretaria de Estado de Educação, à qual compete formular e implementar políticas públicas que assegurem o desenvolvimento científico e tecnológico, a inovação e o ensino superior no Estado.

A UEMG Unidade Divinópolis

A UEMG Unidade Divinópolis é originária da Fundação Educacional de Divinópolis (FUNEDI), criada em 1964 por um grupo de professores radicados na cidade, com oferta de quatro cursos de licenciatura. A opção por incorporar-se à UEMG, ocorrida nos anos de 1990, inaugurou uma nova fase na trajetória da FUNEDI e determinou novos rumos para a instituição, principalmente com a criação, a partir de 2001, de novos cursos e Unidades Acadêmicas nos municípios de Divinópolis, Cláudio e Abaeté, para melhor atender às demandas regionais e ao princípio multicampi da UEMG.

A partir do dia 3 de setembro de 2014, as atividades de ensino, pesquisa e extensão mantidas pela FUNEDI foram absorvidas pela UEMG. Desta forma, essas Unidades Acadêmicas passaram a oferecer ensino público e gratuito, em diversas áreas do conhecimento.

Considerada referência na formação de ensino superior da região do Centro-Oeste Mineiro, a UEMG Unidade Divinópolis oferece, atualmente, 17 cursos de graduação, com habilitações em bacharelado e licenciatura, e seis cursos de especialização, contando com cerca de 4 mil alunos. Além disso, a Unidade desenvolve diversos projetos nas áreas de extensão e pesquisa, proporcionando aos estudantes contato direto com a comunidade local e tornando-se um espaço aberto para a inclusão e a diversidade.


sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Vagas para designação - Carmo do Cajuru

Confira as vagas para designação da Secretaria Municipal de Educação de Carmo do Cajuru:

VAGA PARA DESIGNAÇÃO carmo do cajuru

VAGAS  PARA  DESIGNAÇÃO






Poderá gostar também de: Vagas para as Escolas Estaduais

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Vagas para designação - Carmo do Cajuru

Confira as vagas para designação da Secretaria Municipal de Educação de Carmo do Cajuru:

VAGA PARA DESIGNAÇÃO carmo do cajuru

VAGAS  PARA  DESIGNAÇÃO






Poderá gostar também de: Vagas para as Escolas Estaduais

terça-feira, 27 de agosto de 2019

ENCCEJA registra aumento de 45% de participantes em busca de certificação

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) de 2019 foi aplicado no domingo, 25 de agosto, em todo o país, e teve recorde de participantes. Nesta edição, 1.185.945 jovens e adultos realizaram as provas, em 613 municípios, um aumento de 45% em relação ao ano passado.

Exame registra aumento de 45% de participantes em busca de certificação

Todo o processo foi bem-sucedido, desde a inscrição, a aplicação, a elaboração das provas, a complexa logística de distribuição das provas, até a sua realização. Apenas 0,01% dos candidatos descumpriram as normas do exame, ou seja, 215 pessoas. A maioria entregou a prova antes do horário permitido, estava com algum equipamento eletrônico que emitiu som ou ainda não respeitou orientações dos fiscais.

No total, o Encceja 2019 contou com 5.839 locais de prova e 76.874 salas. Pela manhã e à tarde, 165 mil pessoas estiveram envolvidas na aplicação do exame. A previsão é de que até o dia 6 de setembro os gabaritos estejam no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os resultados serão divulgados em dezembro.

Nesta edição, os temas das redações foram “A organização do tempo e o acesso às redes sociais”, para o ensino médio, e “Novas formas de consumo consciente”, para o fundamental, ambos bastante atuais. Cada redação vale dez pontos.

Quanto às questões de múltipla escolha, os candidatos à certificação do ensino fundamental responderam, pela manhã, perguntas sobre ciências naturais e matemática; no período da tarde, foram itens voltados à língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes, educação física, história e geografia e redação.

Já aqueles que procuraram o exame para a certificação do ensino médio se dedicaram às ciências da natureza e suas tecnologias e à matemática e suas tecnologias pela manhã. À tarde, o foco foi em linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias.

Provas – No caso das provas objetivas, as questões de múltipla escolha são corrigidas pela Teoria de Resposta ao Item (TRI). Nessa metodologia, não há uma nota máxima possível, mas, para conseguir a certificação, o participante precisa alcançar pelo menos 100 pontos em cada disciplina e cinco pontos na redação.

No Encceja, cada participante escolhe quais provas irá realizar, e não participa necessariamente de todas as aplicações. Para a aplicação do Encceja regular e para pessoas privadas de liberdade (PPL) foram produzidos, em 2019, 120 cadernos de provas distintos. O exame é elaborado e aplicado pelo Inep, mas a emissão do certificado e da declaração parcial de proficiência é responsabilidade das secretarias estaduais de educação e dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, que firmam Termo de Adesão ao Encceja.

Outras aplicações – O Encceja tem quatro aplicações, com editais e cronogramas distintos:
  • Encceja Nacional, para residentes no Brasil, realizado no último domingo, 25 de agosto.
  • Encceja Exterior, para brasileiros residentes no exterior, em 15 de setembro.
  • Encceja Exterior PPL, para residentes no exterior privados de liberdade ou que cumprem medidas socioeducativas, entre 16 e 27 de setembro.
  • Encceja Nacional PPL, para residentes no Brasil privados de liberdade ou que cumprem medidas socioeducativas, que ocorrerá em 8 e 9 de outubro. As aplicações fora do Brasil são realizadas em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE).
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) encerrou a primeira grande aplicação do ano sem intercorrências, com normalidade e sem o registro de ocorrências relevantes. Os cronogramas dos exames aplicados pelo Inep seguem conforme previsto, entre eles o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade).


quinta-feira, 1 de agosto de 2019

terça-feira, 30 de julho de 2019

Projeto desenvolvido na UEMG Divinópolis promove exibição e debate de filmes sobre temas relacionados à ciência

Realizar a exibição de filmes sobre temas relacionados à ciência e promover um debate sobre os principais pontos abordados nas películas. Esta é principal proposta do projeto Cinema com Ciência, desenvolvido desde maio na UEMG Unidade Divinópolis, por meio do Programa Institucional de Apoio à Extensão da UEMG (PAEx).

Projetos UEMG - Cinema com Ciência



 
O projeto foi iniciado com uma pesquisa sobre os filmes a serem exibidos nas sessões e a elaboração do material de divulgação. Desde então, o projeto exibiu dois filmes: “O jogo da imitação”, dirigido por Morten Tyldeum, e “Estrelas além do tempo”, com direção de Theodore Melfi. “Nossa ideia principal é criar um cineclube Cinema com Ciência, que consiste em um evento que ocorre quinzenalmente no auditório da Unidade, onde a comunidade da região, incluindo estudantes da própria UEMG, da UFSJ [Universidade Federal de São João del-Rei] e do Cefet-MG [Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais], tem a oportunidade de assistir, de forma gratuita, a filmes sobre temáticas científicas”, enfatiza a professora Samira Santos da Silva, coordenadora do projeto.
 
Após a exibição do filme, o projeto promove um debate, mediado por especialistas. “Pretendemos também abrir as sessões para a participação de estudantes do 3º ano do Ensino Médio de escolas de Divinópolis. Com isso, buscamos promover a divulgação científica e o acesso da comunidade à Universidade”, completa a professora, que leciona no curso de Engenharia da Computação da Unidade.
 
Filme Perdidos em Marte A próxima sessão será realizada nesta quarta-feira (31 de julho), às 19h, no auditório da Unidade (avenida Paraná, 3.001, bairro Jardim Belvedere). Na ocasião, será exibido o filme “Perdido em Marte”, dirigido por Ridley Scott. Baseado no livro homônimo do escritor Andy Weir, o filme conta a história do astronauta norte-americano Mark Watney, que é dado como morto após uma tempestade ocorrida durante uma missão a Marte, mas consegue sobreviver e procura formas de entrar em contato com a Terra. Após o debate, haverá o sorteio do livro no qual o filme foi inspirado. O evento é gratuito e aberto à comunidade.
 
Em agosto, estão agendadas duas sessões: nos dias 6 (às 19h) e 24 (às 9h). Os demais eventos serão realizados nas seguintes datas: 3 e 12 de setembro; 10 e 17 de outubro; 11 e 19 de novembro; e 3 e 10 de dezembro.
 
A equipe do projeto conta também com o professor voluntário Sincler Peixoto de Meireles, que trabalha na UEMG Unidade João Monlevade, e com o aluno bolsista Pedro Antônio Hiroyuki Yamaguchi, do curso de Engenharia da Computação da Unidade.
 
O projeto tem o apoio cultural das seguintes empresas: Maria Baguette, Vila da Música, Union Skate Ramp, Comercial Mendonça Rabelo e Livraria Vila Viterbo.

Saiba mais sobre o projeto:
 
 

quinta-feira, 18 de julho de 2019

UEMG Divinópolis abre inscrições para pós-graduação em Gestão e Gerenciamento de Resíduos Sólidos

UEMG Divinópolis abre inscrições para pós-graduação em Gestão e Gerenciamento de Resíduos Sólidos


UEMG Divinópolis abre inscrições para pós-graduação em Gestão e Gerenciamento de Resíduos Sólidos



Estão abertas, até o dia 2 de agosto, as inscrições para o curso de pós-graduação "lato sensu" em Gestão e Gerenciamento de Resíduos Sólidos.

O objetivo do curso é propiciar uma visão integrada das atividades de gerenciamento dos resíduos sólidos, tendo como base a proteção ambiental e o desenvolvimento socioeconômico.

Com carga horária de 434 horas/aula, o curso tem início previsto para o dia 28 de agosto e término em maio de 2021. As aulas serão ministradas aos sábados, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Estão sendo oferecidas 40 vagas. 

Mais informações podem ser obtidas no CIEPP (Coordenações Integradas de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação), pelo telefone (37) 3229-3538 ou pelo e-mail posgraduacao.divinopolis@uemg.br.

O edital completo do curso está disponível no site www.uemg.br.

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Aberto prazo para aditamento de renovação dos contratos do Novo FIES

O aditamento vale para contratos assinados a partir de janeiro de 2018. Para fazer adesão através do sistema eletrônico basta acessar a página www.sifesweb.caixa.gov.br. Uma das condições para realizar o aditamento é estar com os pagamentos em dia. 128 mil estudantes devem realizar os procedimentos.


Aberto prazo para aditamento de renovação dos contratos do Novo FIES


Está aberto o prazo para os estudantes realizarem os procedimentos para aditamento de renovação dos contratos do Novo Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Para isso, basta acessar a página www.sifesweb.caixa.gov.br. O prazo termina em 31 de agosto e vale para contratos assinados desde janeiro de 2018.

Uma das condições para realizar o aditamento é estar com os pagamentos em dia. 128 mil estudantes devem realizar os procedimentos. A não realização do aditamento por três semestres consecutivos pode ocasionar o cancelamento do contrato.

Caso haja necessidade de alterações no contrato, como a troca de fiador, o estudante deve comparecer a uma agência da Caixa. Nesse caso específico, o estudante deverá comparecer com o novo fiador e apresentar a documentação necessária para assinatura de termo aditivo ao contrato.

Transferências – Os pedidos de suspensão ou encerramento do semestre também já podem ser feitos. Já os estudantes que desejam realizar a transferência de instituição de ensino devem ficar atentos. As solicitações podem ser feitas a partir da próxima segunda-feira (8).

A Caixa opera com exclusividade o Novo FIES. O programa é destinado aos estudantes que possuem renda de até três salários mínimos e oferece financiamento com juros zero.
Novo FIES – O Novo FIES é um modelo que traz melhorias na gestão do fundo, dando sustentabilidade financeira ao programa a fim de garantir e viabilizar um acesso mais amplo ao ensino superior.

As principais mudanças do Novo FIES, quando comparado ao processo anterior, são a forma de pagamento do curso, que passa a ser mensal em emissão de boleto, a exigência de seguro prestamista (cobertura em caso de falecimento do estudante) e a ausência de carência para pagamento da amortização do contrato.

Estudantes podem fazer o download da cartilha com mais orientações no link http://www.caixa.gov.br/programas-sociais/fies/Paginas/default.aspx. Já as instituições de Ensino, podem consultar o endereço eletrônico http://www.caixa.gov.br/empresa/instituicoes-ensino-fies/Paginas/default.aspx para mais informações sobre os procedimentos a serem adotados.


De 02 de julho a 31 de agosto pelo site www.sifesweb.caixa.gov.br

quarta-feira, 3 de julho de 2019

UEMG abre 500 vagas em cursos de extensão a distância


UEMG abre 500 vagas em cursos de extensão a distância

A Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) está com inscrições abertas para seis cursos de extensão na modalidade a distância. O objetivo é oferecer um total de 500 vagas de formação extensionista, distribuídas nos seguintes cursos: Coordenação de Tutoria em EaD (40 vagas), Produção de Objetos de Aprendizagem Usando o Software Prezi (100 vagas), Introdução à EaD (100 vagas), Moodle Básico (100 vagas), Inglês Instrumental (120 vagas) e Metodologias Ativas para uma Aprendizagem Significativa (40 vagas).

Esta é a primeira oferta do ano, e as inscrições podem ser feitas por meio do site da UEMG (http://uemg.br/) até o dia 5 de julho. A duração dos cursos varia de 30 (um mês) a 60 horas (dois meses). O investimento corresponde ao curso escolhido, sendo o valor de R$ 35,00 a matrícula no curso de Inglês Instrumental e R$ 25,00 nos demais cursos.

As vagas são limitadas por ordem de inscrição. Após o período de inscrições, nos dias 8 e 9 de julho, serão ofertadas as vagas excedentes pelo mesmo site. Para se cadastrar, é preciso preencher um formulário. Não há restrição de formação ou de idade. A previsão de início é no dia 15 de julho.

Cursos de extensão na modalidade a distância daUEMG

terça-feira, 2 de julho de 2019

Resultado da 2ª chamada do ProUni já está disponível para consulta

Documentação deve ser apresentada às instituições até 8 de julho

Resultado da 2ª chamada do ProUni já está disponível para consulta

Quem estava aguardando o resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni), referente ao segundo semestre, já pode conferi-lo no site do programa a partir desta terça-feira, 2 de julho. Os candidatos também podem verificar a lista diretamente com a instituição de ensino superior para a qual se inscreveu.

Os pré-selecionados têm até terça-feira, 8 de julho, para apresentar às instituições os documentos que comprovem as informações fornecidas no momento da inscrição. É de responsabilidade do aluno checar a hora e o local de comparecimento.

Se o candidato não tiver sido chamado nas duas etapas, poderá tentar mais uma chance por meio da lista de espera. Para isso, precisa acessar o site do programa, nos dias 15 e 16 de julho, e manifestar o interesse. O resultado sairá em 18 de julho. Nesse caso, quem for contemplado terá entre 19 e 22 de julho para entregar a documentação junto à instituição.

ProUni
O programa é uma iniciativa do Ministério da Educação destinado a estudantes que ainda não têm diploma de nível superior, que tenham feito o ensino médio na rede pública, ou tenham estudado na rede particular com bolsas integrais. Pessoas com deficiência ou professores atuantes na rede pública também podem concorrer aos financiamentos.

Para concorrer às bolsas integrais (100%), o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Já para as parciais, no valor de 50%, a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Fonte: Portal do MEC

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Saque do Abono Salarial PIS calendário 2018/2019 vai até 28 de junho

Trabalhadores que ainda não sacaram o benefício devem ficar atentos ao encerramento do prazo


Trabalhadores têm até o dia 28 de junho para realizar o saque do Abono Salarial PIS do calendário 2018/2019. Os valores variam de R$ 84 a R$ 998, conforme a quantidade de dias trabalhados durante o ano base 2017. Os benefícios foram liberados de forma escalonada de acordo com o mês de nascimento, e agora estão disponíveis para os nascidos em qualquer mês.
Programa de Integração Social (PIS)

A CAIXA disponibilizou R$ 16,9 bilhões para 22,5 milhões de beneficiários em todo o calendário. Até maio, o banco pagou R$15,6 bilhões a 20,6 milhões trabalhadores. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo CAIXA Trabalhador, no site da CAIXA (www.caixa.gov.br/PIS) ou pelo Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207.
  

Quem tem direito a sacar

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2017 com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2017.
Os titulares de conta individual na CAIXA com cadastro atualizado e movimentação na conta, podem ter recebido crédito automático antecipado. Quem possui o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento CAIXA Aqui ou aos terminais de autoatendimento da CAIXA para receber o abono.
Caso não tenha o Cartão do Cidadão ou não tenha recebido automaticamente em conta CAIXA, o beneficiário pode retirar o valor em qualquer agência da CAIXA, apresentando o documento oficial de identificação. O trabalhador com vínculo a empresa pública possui inscrição PASEP e recebe o pagamento pelo Banco do Brasil.